Clique aqui para voltar

MENSAGEM DE NATAL E ANO NOVO


 

MENSAGEM DO PÁROCO

POR OCASIÃO DO NATAL DO SENHOR JESUS CRISTO EM 25 DE DEZEMBRO DE 2018

AOS PAROQUIANOS, PADRES, FREIRA, CONSELHOS, PASTORAIS, MOVIMENTOS E FUNCIONÁRIOS DA PARÓQUIA NSA. SRA. DAS DORES.

 

A paz!

Meus caros paroquianos e em especial aos irmãos padres, Pe. Vanir e Pe. Zezinho, Irª. Cenira, agentes de pastorais, movimentos, conselhos e funcionários da paróquia Nsa. Sra. das Dores, minha saudação fraterna de gratidão a todos. Dirijo-me a vocês fazendo minha as palavras do Pe. Luís Erlin, cmf como no texto editorial que segue publicado na revista Ave Maria, ano 122, dezembro de 2018.

Acreditar e professar a fé em Jesus supõe esperar sem desanimar. É justamente essa espera que o Tempo do Advento nos convida a vivenciarmos. A espera não é passiva, mas comprometida, por isso falamos em vigilância. Temos de ser sentinelas, não podemos ser surpreendidos pela rotina do desânimo, que nos faz deitar mais cedo, cansados pela mesmice, sem que vejamos a beleza do céu estrelado, sem que sintamos o orvalho da noite que dá vida nova a toda planta.

O ideal seria que deitássemos para descansar quando estivéssemos realmente cansados, como um prêmio pelo trabalho realizado, e não que estivéssemos em fuga de nós mesmos, dos outros e da vida em si... Viver sem esperança é assinar um decreto de morte silenciosa.

Muitos de nós, lamentavelmente, já assinamos o atestado de óbito de nossa alma. Quando isso acontece, tudo se torna ruim, nada presta, ninguém tem valor, nós nos tornamos insuportáveis para os demais que, além de lidarem com seus problemas, são “obrigado”, a aguentar o peso de nossa desesperança.

O menino Jesus que vai chegar nos ensina que o livro de nossa vida foi escrito até agora. O momento seguinte, aquilo que virá ainda hoje, amanhã, no ano que vem temos a possibilidade de escrever, ou pelo menos de planejar.

Esperar sem jamais desanimar, essa é a chave de toda superação. O Advento e o nascimento de Jesus nos ensinam essa verdade.

Seja Deus a nossa força!

Desejo a todos vocês um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas bênçãos e prosperidade. Deus lhes pague por tudo! Perseveremos!

                                                     Gonçalves – MG, 18 de dezembro de 2018.

 

Pe. Márcio Mota de Oliveira - Pároco